Buscar
  • Rodrigo James

MALCOLM & MARIE


Existem alguns filmes que são massacrados pela crítica. Outros são endeusados. E existem os filmes que são massacrados por parte dela e endeusado pela outra parte. Este é o caso de “Malcolm & Marie”, filme de Sam Levinson, com Zendaya e John David Washington, disponível na Netflix. Rodado durante a pandemia, depois que as filmagens da série “Euphoria” (da qual Levinson é o produtor e Zendaya a protagonista) foram interrompidas, “Malcolm & Marie” se passa inteiramente em uma noite, em uma mansão de Los Angeles, depois que o casal do título volta da pré-estréia do filme dele. E a partir de uma reclamação dela, os dois entram em uma DR infinita, evocando fantasmas do passado, questões ligadas ao racismo, cinema, vício em drogas e mostrando como um relacionamento pode viver entre altos e baixos num curto período de tempo sem que isso signifique necessariamente seu fim. Se eu fosse me colocar em algum lugar entre os críticos que descrevi aí em cima, eu ficaria no meio do caminho: o filme funciona em alguns momentos, mas em outro se torna monótono e a discussão vazia. De qualquer forma, para quem gosta deste gênero - filmes de DR - é uma ótima pedida. Além de ter dois atores que, por si só, já ajudam a garantir a nossa atenção.

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo